29 de out de 2008

Hermano experimental

Marcelo Camelo - Sou.

Sou extremamente suspeito em falar de Los Hermanos.

No meu 2ºano, eu fazia digestão ouvindo os barbudos. Aprendi a ouvir, gostei depois virei tiete.

Ai acabou, bateu desespero, mas achei bom. Foda é o Fabio Jr. que tem 6 CDS, 5 coletâneas.

Então escuto, "Camelo ta fazendo um CD". Bacana, mas deu medo. Acho que o interessante da banda foi o que eles criaram com todo o conhecimento musical deles reunidos, porque dá para escutar, "Samba a dois" e depois "Pierrot" e saber que aquilo é Los Hermanos. Exatamente essa coisa de samba-rock, exerimental, psicodélico, Hardcore.

Escutei o "Sou" ou "nós", no início achei bom, muito mesmo, tava gostoso de ouvir. Mas acho que o Camelo se perdeu ou perdeu-se.

Na verdade ainda não sei bem certo, se ouvi o CD vezes suficiente para estar falando. Achei extremamente experimental, complexo. Camelo soltou das rédeas, inovou. E isso é bacana.

Não sou músico, mal toco minha gaita, mas sei o que escuto e achei desconfortável, de 2 a 3 músicas. "Doce Solidão" e "Mais Tarde" são músicas gostosas de se ouvir, ele faz ótimos riff's de guitarra e mostra porque o Los Hermanos tinha uma ramificação melancólica e de onde ela saia.

Marcelo Camelo para mim sempre foi bom demais, desde a primeira vez que o escutei cantando "Liberdade" no canal fechado, eu tentava acompanhar e não sabia como alguém cantava tão deprimido e de forma tão afinada.

Não dou 10 para o CD porque não sei se ele merece, mas aconselho que escutem.

3 comentários:

Victor Hugo de Araújo disse...

Porra nenhuma.

Wadih disse...

Faltou algo. Faltou sal diria eu.
Faltou Amarante. Ficou Camelo.
Senti falta do swing, do requebrado. Nada que não de para escutar, mas sem dançar. =/

brasil disse...

Ia comentar algo, mas deixo o meu post sobre o assunto:

http://mimitobr.blogspot.com/2009/01/achar-msicos-de-interesse-atualmente-no.html#links

Continuo ouvindo muito o CD. E muito Little Joy. E levando assim, sem banda, mas com eles ali.

Legal o blog.